dedoche, fantoche, teatro de boneco, teatro de animação, história do teatro de boneco, grupo sobrevento, teatro, contação de histórias, oficina, brinquedos, trupe ih contei, Leandro Pedro

Coisas que contam histórias | Tem animação na Aletria!

Publicado: 17/11/2017

Nessa segunda, os bonecos e objetos animados invadem a Aletria para contar histórias! É a oficina "Criando Brinquedos para Contar Histórias"da trupe "Ih, Contei!". Para ir esquentando os brincantes de plantão, preparamos esse post que conta um pouco sobre a história do teatro de animação e ainda ensina como criar fantoches de dedo, os famosos Dedoches. 

imagem de capa: Jadimichelle


Acima: Trupe Ih, Contei!

De acordo com Luiz Cherubini, diretor do grupo Sobrevento, "se o teatro de bonecos não nasce junto com o teatro, nasce antes dele". Os bonecos estão na origem da humanidade, da civilização. Podemos considerar o teatro de bonecos, ou o teatro de animação, aquele que atribui vida à uma forma inanimada. Bonito, né? Lindo!

Vivo em todas as épocas e lugares do mundo, o teatro de bonecos possui infinitas técnicas de animação e outras várias que estão sempre sendo criadas. Recurso utilizado por vários contadores de histórias, os objetos e bonecos animados, nas mãos de um educador hábil, torna-se um instrumento de grande valor. 

A magia da arte milenar do Teatro de Bonecos que encanta adultos e crianças é uma das mais remotas maneiras de diversão entre a humanidade. Registros dessa forma de expressão artística existem desde a Pré-História. A origem do Teatro de Bonecos remonta ao Antigo Oriente, em países como a China, Índia, Java e Indonésia. Por intermédio dos mercadores foi se dispersando para a Europa, inclusive sendo usado durante a Idade Média como instrumento de evangelização.

O teatro de animação, ou teatro de bonecos, revela seu contexto histórico e cultural. Assim, encontramos importantes tipos de Teatro de Bonecos no mundo: Petruchka (Rússia), Vidouchaka (Índia), Karagós (Turquia), Punch (Inglaterra), Guignol (França), Fantoccini (Itália), Mamulengo (Brasil) e Bunraku (Japão).



Saiba mais sobre teatro de bonecos no vídeo acima com bonequeiros do Grupo Sobrevento - SP.


Quer dar um pontapé inicial na arte do Teatro de Bonecos? Que tal começar criando "Dedoches"? A trupe "Ih, Contei!", que estará dia 20/11 ministrando oficina na Aletria, trouxe um passo a passo sobre como criar fantoches de dedo.  Então chama a meninada para criar junto que lá vem história!  


Faça você mesmo – Dedoches!

Making Wacky Finger Puppets


Fazer o brinquedo é ainda mais divertido!

Crianças adoram brincar, contar e ouvir histórias com dedoches, a brincadeira fica ainda mais divertida quando um adulto se dispõe a ajudá-los a fazer seus próprios brinquedos! Esse fantoche pode ser facilmente feito em casa ou em sala de aula. Fazer uma marionete de um dedo leva apenas uma meia hora. Depois de fazer o corpo do dedoche você pode embelezá-lo da forma que achar mais divertida.

1º Passo:

1 Agulha e Linha ( pode substituir por cola de tecido)
1 Fita métrica
1 Cola quente ( cuidado com as crianças ao manusear)
1 Tesouras
1 Folhas de feltro de diferentes cores
2 Olhos arregalados
Alguns botões, rendas, fitas, etc.

 

2º Passo – Medir e Cortar

Corte o feltro em 2 retângulos (parte da frente e parte de traz). Para cada dedoche serão necessários 2 retângulos - tamanho de 2cm de largura x 4cm de altura. Misture e combine cores.

3º Passo – Costurar

Com muito cuidado, costure a mão ou máquina os dois pedaços de feltro sobrepostos, como se estivesse contornando um dedo.

4º Passo – Virar e Decorar

Vire a peça costurada de dentro para fora e comece a decorar adicionando olhos, nariz, flores, botões, etc – tudo isso você pode colar com cola quente ou com cola de tecido. Use uma caneta de tecido para desenhar detalhes divertidos!


___________________________________________________________________________________________


Gostou? Você também vai gostar dessa oficina: 

Ministrada por Leandro Pedro, fundador da trupe Ih, Contei (RJ), esta oficina tem como objetivo apresentar técnicas de como criar e transformar brinquedos em objetos para contar histórias. Partindo das recordações e histórias de cada participante, vamos conhecer as técnicas utilizadas pelos artesãos populares para a fabricação de brinquedos. Para dar vida aos nossos objetos, serão utilizados materiais diversos: linhas, tecidos, miçangas, lãs, meias e, principalmente, muita imaginação. Ao final, os participantes levarão os brinquedos confeccionados e muitas histórias para contar.

Valor: 120 reais
10% de desconto para ex-alunos da Aletria e professores
Inscrições: 3296.7903 / [email protected]

Sobre Leandro: 
Nasceu em Pernambuco mas há 25 anos mora no Rio de Janeiro. É produtor, escritor, educador e contador de histórias. Em 2012, iniciou a produtora Leandro’S que tem o propósito de desenvolver projetos nas áreas de arte, educação e difusão a literatura. Em 2014 fundou a trupe Ih, Contei! Leandro é apaixonado por brinquedos e brincadeira e já foi convidado para desenvolver projetos para infância para Bienal do Livro e Cachoeiro de Itapemirim/PR, Virada Sustentável/RJ, SPLeituras/SP, Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro/RJ e já levou oficinas e apresentações para mais de 20 cidades pelo Brasil.

Vídeo: 
https://www.facebook.com/ihcontei/videos/1346696875453340/

Canais:
Site: www.ihcontei.com.br
Facebook: facebook.com.br/ihcontei
Instagram: instagram.com/ih_contei/

Voltar