Primavera Literária em Beagá | Aletria

Primavera Literária em Beagá

Publicado: 24/10/2016

e os livros que florescem 

Durante os dias 05 a 09 de outubro floriram livros num dos cartões postais de Beagá. O circuito Praça da Liberdade recebeu a segunda edição da Primavera Literária. Foram 58 editoras independentes, numa programação gratuita que reuniu feira de livros, seminário para educadores e muuuuuita contação de histórias.

A Primavera Literária surgiu no ano 2000, no Rio de Janeiro. É uma iniciativa da LIBRE – Liga Brasileira de Editoras, que já é a maior associação de editores independentes no mundo. O projeto da Primavera tem como finalidade o fortalecimento de editoras e autores independentes, além de promover o acesso do leitor a uma diversidade de produções pouco encontradas em grandes livrarias.

(Foto extraída de www.bibliotecapublica.mg.gov.br)

É a segunda vez que a Primavera acontece em forma de circuito e, além da capital mineira, acontece também em Salvador e em São Paulo. Aqui, o evento foi construído em parceria com o Circuito Liberdade e teve programação conjunta ao Circuito das Letras.

A Primavera Literária trouxe alguns selos editoriais do país premiados, como Alameda, Pallas e Pallas Mini, vencedoras do último prêmio Jabuti e a editora infantil Jujuba, vencedora do Jabuti 2014. E a Aletria também tava na roda junto com outras mineirinhas, a Autêntica, Miguilim, Fino Traço, Relicário e Uniduni. A feira de livros garantiu grandes descontos em obras que são verdadeiras preciosidades.

   

(Foto extraída do site www.camaramineiradolivro.com.br)

A programação do Palco de Histórias teve a curadoria da nossa editora responsável Rosana Mont’Alverne. Ela também falou sobre a descoberta da literatura na infância, durante o seminário para educadores, no primeiro dia da Primavera Literária. Quem também deu as caras na programação foi nossa querida ilustradora Anabella López (De parcerias e trapaças) que conversou com o público sobre a leitura da imagem nos livros ilustrados.

(Contação de histórias com Aline Cântia e Chicó do Céu)

Toda a proposta da Primavera Literária é fundamentada no entendimento de que o livro, enquanto bem cultural, deve ser pensado numa lógica econômica específica e diversa das leis do mercado. 

Voltar