OFICINA: A voz do contador de histórias: cuidados, técnicas e expressividade, com Maria Cristina Ribeiro

Data: 19/5, das 19h às 22h e 20/5, das 9h às 12h (sexta e sábado)

Carga-horária: 6 horas

Público-alvo: Todos aqueles que por alguma razão queiram desenvolver a voz cênica e ampliar suas possibilidades de expressão vocal.

Ementa: O uso da voz do contador de histórias abrange dimensões físicas e emocionais. O contador de histórias precisa ter uma voz elástica para veicular uma infinidade de intenções e emoções. Para transmitir intenções, utilizamos várias combinações de recursos vocais, tais como duração, frequência, intensidade, ritmo, articulação, ressonância e respiração. Estas combinações são realizadas ao se pronunciar uma palavra isolada ou no decorrer da fala. Na organização do conjunto dos elementos vocais de uma fala, podemos usar pausas entre uma palavra e outra, dizer um conjunto de palavras rápida ou lentamente, iniciar uma frase em um tom mais agudo e terminar no grave, enfim, podemos dispor dos recursos vocais de várias formas e arranjá-los de maneira que transmitam nossas intenções o mais fielmente possível. Conjuntos arranjados com combinações de recursos vocais diferentes transmitem sentimentos diferentes. Para alcançar esta pluralidade de arranjos vocais, o contador de histórias precisa dominar seu aparelho fonador, conhecer e dominar as técnicas vocais e a poética da voz.

Professora: Maria Cristina Ribeiro é Fonoaudióloga, Especialista em Distúrbios da Comunicação e Mestre em Literatura pela Faculdade de Letras da UFMG, onde defendeu dissertação sobre a análise acústica da voz de contadores de histórias rurais.  Professora de Técnicas Vocais para Teatro e Performance Comunicativa.

Material: O aluno deve vir com roupa confortável que lhe permita livre movimentação.

Valor da inscrição: R$ 220,00 (duzentos reais).